Pelo Que é Real

Agosto 25, 2009

Venho aqui, pela primeira vez, postar o complemento usado na nossa música nova para o texto “Os Invisíveis” (postado anteriormente pelo Ernesto), seguindo a temática de contradizer a separação aplicada habitualmente sobre temas como política e sentimentos.

Vou tentar escrever o texto da maneira como é normalmente cantado (ou como me lembro), mas é bom comentar que as vezes é irrelevante a estrutura/ordem da escrita e esse é um dos casos.

Pelo Que é Real

“Por muito tempo foi
como flutuar num
lugar totalmente
negro, como o
espaço. Mas era
calmo… calmo
e seguro”

Por comodismo acabamos
por deixar desconhecido
o que poderia colocar
em chamas nossos corações.
Por egoísmo acabamos
por deixar desconhecidas
as coisas mais bonitas
que poderíamos sentir em nossas vidas.

O que nos moverá agora
será o fruto de nossos desejos
ou mais uma tentativa
de nos frustrarmos menos?

Muitas vezes precisamos
quebrar a nós mesmos
para podermos conhecer
quem realmente somos,
o que realmente queremos!
O que realmente queremos para nós?

______

Acho que é só isso por agora! Beijos!
Rafael =)

Anúncios

Uma resposta to “Pelo Que é Real”

  1. Ruth Mezeck Says:

    Oi Ernesto,
    mandando bem! Gostei muito. Parabens pelo blog de vocês. Já tô lá na Comunidade Pés Descalços hehehehehhhehehe


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: